Teleconsulta: quais os benefícios e como oferecer um atendimento de qualidade?

Teleconsulta: quais os benefícios e como oferecer um atendimento de qualidade?
6 minutos para ler
MedicalwayPowered by Rock Convert

Teleconsulta: quais os benefícios e como oferecer um atendimento de qualidade? Otimização do tempo, comodidade e praticidade: o aumento da oferta e procura pela teleconsulta em instituições médicas, impulsionada especialmente pela pandemia do coronavírus, trouxe esses benefícios para os pacientes, que agora dificilmente vão abrir mão disso, mesmo após a imunização em massa.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), mesmo quando a pandemia passar, a teleconsulta deve continuar popular. A estimativa era de que o mercado global alcançasse, até 2021, 37 bilhões de euros com essa prática. Porém, com o aumento da preocupação com o coronavírus e dos hospitais saturados, o faturamento deve ser ainda mais alto.

Todavia, a teleconsulta exige atenção e cuidados específicos. Continue conosco e saiba mais sobre o assunto!

Benefícios da teleconsulta para instituições de saúde

A prática consiste na realização de consultas médicas à distância com a mediação da tecnologia, como é o caso de videochamadas. Esse tipo de atendimento voltado à prevenção, ao tratamento e ao diagnóstico de pacientes apresenta algumas vantagens. Acompanhe!

Economia de tempo e recursos

Conforme mencionado, a economia de tempo é um dos principais atrativos da teleconsulta, tanto para os médicos quanto para os pacientes. Afinal, é comum a reclamação do tempo de espera pela consulta em instituições médicas, o que exige faltas no trabalho e/ou nos estudos, que podem atrapalhar o rendimento de cada um.

Só no Rio Grande do Sul, a teleconsulta conseguiu reduzir a lista de espera do SUS em 47%, o que reduziu de 170 mil para 90 mil pacientes aguardando um atendimento médico.

Além disso, é comum que médicos trabalhem em mais de uma clínica e até mesmo em cidades diferentes. Por meio da teleconsulta, é possível realizar o atendimento com uma maior economia de tempo, já que não será necessário se deslocar de um local para outro.

Da mesma maneira, a comunicação virtual entre todos os médicos de um mesmo paciente, em casos que exigem especialistas, costuma levar mais tempo do que o desejado, tornando o diagnóstico mais demorado. Assim, a teleconsulta elimina a necessidade de encontros presenciais e encurta o tempo levado de definição do diagnóstico, tratamento etc.

Também não podemos deixar de mencionar que, para ambos os envolvidos no atendimento a distância, é possível garantir uma maior redução econômica, por não haver custos com o deslocamento.

Segurança no atendimento

As informações e os dados trocados entre médico e paciente são criptografadas na teleconsulta. Assim, o conteúdo compartilhado durante a consulta fica armazenado, mas de forma com que apenas os envolvidos nesse processo tenham acesso ao que foi compartilhado.

Além disso, os exames fornecidos ficam armazenados em nuvem e só podem ser acessados por quem tiver o login de acesso. Isso preserva a privacidade do paciente e permite uma maior organização com informações importantes, que se entregues presencialmente e em mãos poderiam ter mais chances de perdas ou danos.

Acessibilidade aos pacientes

Como a teleconsulta não leva em consideração a distância entre os envolvidos, um paciente pode se consultar com um médico de qualquer lugar, sem precisar sair da própria cidade. Isso é ainda mais útil em caso de dificuldade de locomoção dos pacientes, seja por problema de saúde ou para evitar exposição a doenças, como o coronavírus.

Outro ponto é que pacientes que precisam ser consultados com muita frequência, como é o caso de diabéticos, agora podem otimizar o tempo e economizar com o deslocamento, caso sejam consultadas de forma remota.

Cuidados necessários na teleconsulta

Como você pôde perceber, a teleconsulta oferece inúmeros benefícios aos pacientes e instituições médicas e tem sido cada vez mais popularizada. Porém, para que essa prática funcione corretamente, é necessário seguir com uma série de cuidados.

Mantenha o foco total no paciente

É comum que algumas pessoas ainda se sintam desconfortáveis com a teleconsulta devido à frieza que esse atendimento, muitas vezes, proporciona. Por essa razão, mais do que nunca, é indispensável ignorar distrações e manter o foco total no paciente para que ele se sinta bem tratado, ouvido e cuidado.

Isso porque além da frieza que pode existir nessa relação, existem muitos outros fatores que podem atrapalhar a consulta com mais facilidade.

Por exemplo, se o atendimento entre paciente e médico ocorrer na casa de ambos, não será muito produtivo nem passará a ideia de profissionalismo se o médico precisar parar a consulta algumas vezes para falar com os filhos em casa, por exemplo. Então, foque no momento e reserve um tempo específico para aquele momento, assim como nas consultas presenciais.

Além disso, mantenha o olhar direcionado para a tela onde o paciente pode ver e ouvi-lo. Por mais simples que possa parecer, diferentemente do atendimento presencial, o remoto está mais sujeito a distrações, especialmente porque temos o hábito de fazer várias atividades ao mesmo tempo em que utilizamos o computador e o celular.

Garanta uma boa experiência no atendimento

Quando você oferece um atendimento de qualidade em todo processo, o paciente fica mais satisfeito, retorna quando e se precisar de consultas e indica a sua instituição médica para amigos e famílias.

De acordo com pesquisas realizadas pelo Nielsen, 92% consideram que as recomendações feitas por amigos são mais confiáveis que outras. Porém, saiba que esse atendimento de qualidade não ocorre apenas no momento da consulta, mas também no momento de:

Todas essas etapas precisam ser humanizadas e levar praticidade para o atendimento, já que é justamente isso que pacientes de teleconsultas buscam. Dessa forma, é possível aumentar a produtividade dos envolvidos no processo, reduzir cancelamentos de consultas e satisfazer os pacientes.

Fique de olho nos feedbacks

Quando se fala em buscar um atendimento mais humanizado, é preciso entender que isso só será possível quando se escuta o que o paciente precisa e o que tem achado dos esforços da instituição de saúde.

Dessa maneira, ao final de cada consulta, peça a opinião de cada paciente sobre o atendimento oferecido e o que ele gostaria que fosse feito para otimizar o processo. Essas informações serão levadas para a equipe, que irá tentar implantar as mudanças necessárias.

Afinal de contas, a teleconsulta já é uma realidade atualmente. Para que seja oferecida como alternativa aos pacientes que preferem dessa forma, é importante traçar estratégias que levem em consideração as particularidades desse atendimento e o feedback dos pacientes.

Gostou do post? Assine a nossa newsletter e acompanhe nossas atualizações!

Medicalway - Entre em contato!Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-