Prontuário Eletrônico do Paciente: 10 benefícios do PEP para o hospital

Prontuário Eletrônico do Paciente: 10 benefícios do PEP para o hospital
6 minutos para ler
MedicalwayPowered by Rock Convert

Prontuário Eletrônico do Paciente: 10 benefícios do PEP para o hospital. O avanço da tecnologia trouxe para o mercado, independentemente da área de atuação, diversas ferramentas capazes de automatizar e agilizar os dados, processos, rotinas, além de reduzir custos e demais benefícios que podem fazer toda a diferença. No caso da saúde, o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP), está inserido nessa modernização e progresso.

Trata-se de um formato de prontuário que veio para gerar assertividade no preenchimento correto das informações relacionadas ao atendimento clínico e à segurança dos profissionais e pacientes.

Quer entender melhor o que é o Prontuário Eletrônico do Paciente e suas principais vantagens? Então, continue a sua leitura!

O que é o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP)?

O Prontuário Eletrônico do Paciente, conhecido como PEP, é um modelo de prontuário em que os profissionais da saúde conseguem inserir informações relevantes sobre o paciente, como anamnese, exames, diagnósticos, medicamentos, tratamentos, entre outros, de um determinado paciente, de maneira padronizada.

Sendo assim, ele consegue armazenar todo o histórico médico de um indivíduo ao longo dos atendimentos realizados, o que auxilia de forma correta e precisa nas decisões que serão tomadas em relação aos procedimentos que serão administrados para solucionar um problema.

A regulamentação do uso do PEP aconteceu no Brasil em 2002, quando o Conselho Federal de Medicina estabeleceu as suas normas gerais por meio da Resolução 1.638. No ano de 2007, o CFM aprovou a utilização de sistemas informatizados para o arquivamento de dados de prontuário por intermédio da Resolução 1.821.

Quais são os benefícios do PEP?

O PEP pode gerar uma série de benefícios para as unidades de saúde (clínicas, consultórios, hospitais e demais), bem como para os profissionais da saúde e pacientes. Veja alguns deles a seguir!

1. Acessibilidade

Pelo fato de todos os dados serem arquivados de forma digital, o PEP disponibiliza uma mobilidade interessante, já que com apenas acesso à internet, é possível acessar todas as informações de qualquer lugar e em qualquer horário, permitindo interações dinâmicas e atendimento a pacientes em clínicas diferentes, sem ter que ficar carregando vários documentos.

2. Segurança

Outra vantagem é a segurança dos dados, principalmente quando falamos em sua inserção e transmissão. Antes do PEP, as prescrições eram realizadas por letras ilegíveis, de difícil compreensão, além das possibilidades de rasuras. Tudo isso é eliminado com a digitalização.

Pelo fato de grande parte desses prontuários eletrônicos serem acessados por meio de um software médico com armazenamento em nuvem, os dados ficam protegidos em casos de furtos, acidentes, eventos da natureza e demais, sem afetar a integridade dos registros.

3. Confidencialidade

Em relação à confidencialidade, o Prontuário Eletrônico do Paciente também produz uma boa resposta, tendo em vista que somente os usuários autorizados conseguem ter acesso aos documentos. Além disso, ocorre um monitoramento e registro de todas alterações feitas, o que combate de forma eficiente quaisquer possibilidades de adulterações ou fraudes.

4. Aumento da produtividade

O PEP viabiliza um fácil acesso por intermédio de mecanismos de pesquisa e filtros que podem levar a dados específicos, como exames, consultas, medicamentos ou tratamentos.

Tudo isso leva à melhoria do atendimento, tendo em vista que os colaboradores conseguem encontrar informações detalhadas a respeito do paciente em um único local, economizando tempo com essa função que vai influenciar diretamente na sua produtividade.

5. Redução dos custos

O PEP possibilita desde a minimização de desperdício de medicamentos que seriam prescritos sem necessidades até a diminuição do uso de materiais de escritório, como pastas, impressões, tintas, papéis etc. Ademais, há a redução da área física usada para o armazenamento de documentos, que poderá ser utilizada para outras finalidades, ou pagamento com empresas terceirizadas para guardar os arquivos.

6. Economia de tempo

Quando um registro é feito no sistema eletrônico, ao invés dos profissionais da saúde perder muito tempo preenchendo papéis, os dados podem ser inseridos em tempo real, o que economia tempo no trabalho do médico e, também, do administrativo.

É possível também realizar pedidos de imagens, vincular trabalhos para outros setores de maneira instantânea, montar prescrições e enviá-las diretamente para a farmácia, bem como outras práticas que levam a um serviço muito mais prático e eficaz.

7. Eliminação de erros

O dia a dia das clínicas, consultórios, hospitais e demais estabelecimentos de saúde é muito corrido, o que leva ao risco do acometimento de erros que podem causar sérios danos, desde o atraso do atendimento até o comprometimento da saúde e tratamento dos pacientes. Pelo fato do PEP ser digital, esses riscos são afastados, eliminando problemas provocados por essas falhas, além de facilitar a consulta de dados nos momentos de fundas.

8. Integração das informações

Os estabelecimentos médicos que ainda usam os prontuários tradicionais não podem contar com a centralização e integração que o PEP proporciona, onde todos os dados sigilosos são reunidos em um único local, proporcionando um acesso rápido, seguro e preciso, o que garante um atendimento de qualidade.

9. Personalização

Outro benefício é que o PEP pode ser personalizado conforme a área da saúde a que se destina ou às informações mais comuns e relevantes no dia a dica de certo médico ou consultório.

Além disso, a ferramenta pode ser adaptada considerando as necessidades e demandas do local. Dessa forma, as funções básicas podem ser customizadas para atender da melhor forma e garantir um serviço de qualidade.

10. Aprimoramento na experiência do cliente

Devido a todos os benefícios proporcionados pelo PEP, é possível proporcionar um atendimento mais ágil e que permite com que seja possível dar uma maior atenção às necessidades dos pacientes.

Isso acontece por vários motivos, como os já apresentados, além da maioria dos prontuários eletrônicos possibilitarem com que vários modelos sejam salvos, não sendo necessários preencher praticamente os mesmos campos todos os dias.

Tudo isso leva à aproximação entre os profissionais da saúde e pacientes, o que gera um relacionamento pautado em confiança, onde o médico consegue realizar o seu trabalho de forma mais segura, com foco no melhor tratamento às pessoas, o que leva à um nível maior de satisfação e fidelização.

Agora que você entende melhor o que é o Prontuário Eletrônico do Paciente e todos os benefícios que ele pode proporcionar, não há dúvidas da importância do seu uso no hospital e, assim, promover melhorias na gestão e nos serviços realizados.

Gostou deste artigo? Então, aproveite sua visita no blog para ler fique por dentro das melhores ferramentas de gestão hospitalar e saiba mais sobre o tema!

Medicalway - Entre em contato!Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Um comentário em “Prontuário Eletrônico do Paciente: 10 benefícios do PEP para o hospital

Deixe uma resposta

-