Novembro azul: veja os avanços nos cuidados da saúde do homem

Novembro-azul-medicalway
6 minutos para ler
MedicalwayPowered by Rock Convert

O Novembro Azul, mês mundialmente dedicado à prevenção do câncer de próstata, no Brasil, estende-se à conscientização sobre a saúde do homem em geral.

Iniciada em 2003 na Austrália, a campanha já conta com a adesão de mais de 20 países, devido à alta incidência da doença em todo o mundo.

A exemplo do que ocorre no Outubro Rosa, há um esforço da comunidade médica, imprensa e sociedade no sentido de informar a população, ressaltar a importância do diagnóstico precoce e alertar sobre possíveis sinais e sintomas.

Dada a importância do assunto, neste post abordamos a relevância da campanha para a prevenção e promoção da saúde do homem, assim como os recentes avanços científicos no diagnóstico e tratamento da doença. Confira!

Qual a importância do Novembro Azul?

O câncer de próstata está em primeiro lugar na lista de casos novos de câncer diagnosticados em homens, sendo a segunda causa morte (28,6%) entre a população masculina que desenvolve neoplasias malignas.

No entanto, assim como ocorre com o câncer de mama, a maior chance de cura da doença está no diagnóstico precoce.

Existe entre os homens uma resistência muito maior em cuidar da saúde, especialmente quando se trata de questões ligadas ao órgão sexual.

Nesse sentido, o Novembro Azul surge como uma tentativa de mudar esse paradigma e conscientizar o homem sobre a importância de buscar os serviços de saúde. No Brasil, inclusive, a campanha, que começou focada no câncer de próstata, hoje é mais abrangente, alertando a população sobre os cuidados com a saúde integral do homem.

Em relação ao câncer de próstata, o desafio é desmistificar o exame de toque, uma vez que o preconceito ainda é o maior entrave à prevenção. A doença tem sintomas iniciais silenciosos e, por isso, muitos casos já são detectados em um estágio avançado da doença. A única forma de identificá-la precocemente é por meio de dois exames: toque retal e PSA (Antígeno Prostático Específico).

Daí a grande importância em informar a população sobre os fatores de risco para a doença, como idade, raça (afrodescendentes) e histórico familiar, e para a importância de consultar um urologista a partir dos 45 (com fatores de risco) ou 50 anos (em geral).

Quais os principais avanços relativos ao câncer de próstata?

Felizmente, os avanços tecnológicos na medicina vêm impactando também os estudos sobre o câncer de próstata, trazendo novas formas de diagnóstico, medicamentos e tratamentos menos invasivos.

Diagnóstico e prevenção

Como vimos, a maior arma para conter o aumento da incidência da doença é a prevenção. Além de mudanças de hábitos, já que a obesidade está entre os fatores de risco para o câncer de próstata, e, como comentamos, o diagnóstico precoce é a principal forma de prevenir a doença.

Felizmente, os avanços tecnológicos permitem um diagnóstico cada vez mais preciso. Exemplo disso é o recurso S-FusionTM, da Samsung. A tecnologia integra imagens da ultrassonografia com dados obtidos por outros métodos.

Temos ainda o PET PSMA (antígeno de membrana específico da próstata), um exame PET Scan. Essa tecnologia, extremamente sensível e específica, permite determinar o local do tumor e também se o câncer já se espalhou para outros órgãos.

Por fim, há os testes genéticos, ainda em desenvolvimento. A exemplo do que já acontece com a investigação dos genes BRCA 1 e BRCA 2 para o câncer de mama, a identificação de alterações genéticas poderiam indicar a predisposição ao câncer de próstata,

Isso auxilia aqueles que já apresentam um histórico familiar para a doença a tomar medidas preventivas.

Medicamentos

No campo dos tratamentos e medicamentos, também são promissores os avanços da ciência envolvendo terapia gênica e vacinas.

Em 2018, os imunologistas James P. Allison, dos Estados Unidos, e Tasuku Honjo, do Japão, foram premiados com o Nobel de Medicina por sua pesquisa em busca de uma terapia que inibisse a regulação imune negativa, ou seja, desativasse o freio do sistema imunológico, permitindo que as células T ataquem células cancerígenas.

Outro estudo dá conta de estimular a produção de linfócitos T específicos para um determinado tumor por meio de células-tronco geneticamente modificadas.

Há ainda uma pesquisa para criação de uma vacina usando as células tumorais do próprio paciente, desenvolvida no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas.

Por fim, há um medicamento inédito, já aprovado pelo FDA (Food and Drug Administration), para o combate de diversos tipos de câncer, com base na genética do tumor, independentemente de sua localização.

Os benefícios da tecnologia na saúde não param por aí. No próximo tópico, você confere os avanços ligados às cirurgias.

Cirurgias menos invasivas

Em relação ao tratamento cirúrgico, não podemos deixar de mencionar as inovações da robótica, permitindo procedimentos cada vez menos invasivos por meio do uso da tecnologia em cirurgias.

Já muito utilizadas em todas as áreas da saúde, a videolaparoscopia e a cirurgia robótica são realidades no tratamento do câncer de próstata nos grandes hospitais do Brasil.

Ambas permitem uma intervenção minimamente invasiva, com menos trauma e mais conforto para o paciente, evitam grandes incisões e provocam menos dor — além de reduzirem os riscos de complicações e facilitarem a recuperação.

As vantagens da cirurgia robótica incluem ainda uma maior segurança para médico e o paciente, com o aumento da precisão e eliminação do tremor humano, alcançando locais que as mãos não conseguiriam chegar — especialmente em procedimentos complexos, com espaços limitados e com detalhamento extremo.

Sendo assim, vale reforçar o papel no médico durante o Novembro Azul, devendo aproveitar a campanha para se atualizar sobre as novidades da área.

É importante potencializar a importância da prevenção do câncer junto aos seus pacientes, bem como promover a consciência dos homens para o cuidado da saúde em geral.

Se você se interessou por este conteúdo e tiver interesse em receber outros artigos sobre medicina e gestão hospitalar, assine a nossa newsletter e receba nossas novidades por e-mail.

Medicalway - Entre em contato!Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-